Incubadoras de empresas e seus benefícios

Sempre foi um desafio, para grandes e pequenos empreendedores, dar o seguinte passo depois de formar e moldar uma ideia. Isso porque, de maneira geral, nunca nos foi instruído sobre qual é o caminho ideal a se seguir após os passos iniciais, que se configuram entre analisar o mercado, elaborar uma plano estratégico e de marketing, planejar as possíveis operações de uma empresa e seus gastos, montar um sumário executivo, entre outros.

Tendo em vista essa procura por ajuda, tanto prática quanto ideológica, algumas entidades criaram um conceito nomeado de incubadora de empresas, que consiste em tirar seu negócio do papel mais facilmente e desenvolve-lo para os desafios cotidianos do mercado empresarial. Para isso, essas entidades ajudam micro e pequenas empresas, sejam elas em estágio inicial ou ativo, a obterem apoio técnico, logístico, mercadológico e administrativo.

As incubadoras, além de todos os apoios mencionados acima, buscam trazer inovação tecnológica para os investimentos aprovados em seus estágios de seleção, facilitando seu acesso à ferramentas de produtividade e estimulando que os empreendedores ofereçam seus serviços e produtos no para clientes e possíveis interessados. Além disso, é fundamental que haja uma assistência durante a própria concepção e desenvolvimento do produto oferecido pela empresa incubada que pode, muitas vezes, passar por um novo processo de conceito e produtividade em seu produto final. 

Muito dos processos que envolvem as funções de uma incubadora são oferecidos pela Faciap Inovalab e 9weeklabs em seu curso de pré-aceleração. Além de aplicar sua metodologia de crescimento empresarial, oferecemos também, com um complemento, nossos laboratórios, espaço de serviço, salas de reuniões, bibliotecas e muitos outras facilidades para impulsionar seu negócio.

É importante salientar que muitas dessas facilidades oferecidas pelas incubadoras de empresas são desenvolvidas por universidades e entidades que, muitas vezes, concedem essas atividades e espaços como forma de ação beneficente, sem fins lucrativos, visando apenas a ciência e desenvolvimento.

Por fim, o custo real para as empresas, no quesito financeiro, é baixo. No entanto, quando analisada as contribuições que essas ações causam em um pequeno negócio, conclui-se que é de extremo valor, impulsionando e valorizando-o no mercado.

Related Articles

Responses

en_USEnglish
pt_BRPortuguese en_USEnglish